🙏 Anúncio: pequenos livros de oração e peregrinos mundiais oferecidos com entrega Livre

🙏 Livraria e boutique - entrega Livre | Visite o centro

Diferenças entre católicos e ortodoxos

difference-entre-catholique-et-orthodoxe
redacteur-chretien-Benoit

Escrito por Benoît Santos - Atualizada 3/05/2024

Resumo :

    Católicos e ortodoxos são todos cristãos, Eles, portanto, acreditam no mesmo Senhor E na Bíblia. No entanto, essas duas religiões apresentam certas diferenças. O cisma de 1054 que marcou a ruptura de Igrejas orientais e oeste disse na origem do Separação de igrejas católicas e ortodoxas. Naquela época, muitas diferenças entre as duas religiões apareceram. As diferenças se manifestam em várias áreas: ritos religiosos, o modo de se comportar e um bom número de crenças.

    Se os cristãos católicos e ortodoxos têm fé em um Deus e usam a mesma Bíblia, por que eles são diferenças em sua adoração e sua hierarquia? Quais são as razões essenciais que separaram as duas igrejas? Por que eles desenvolveram Diferentes tradições ?

    Para entender tudo, você tem que voltar para séculos de volta. Para que os cristãos voltem a informações falsas sobre a separação dessas duas religiões, decidimos revelar a verdade de que o assunto.

    Neste artigo, desenvolveremos:

    • EU'História Markal da religião católica e ortodoxa
    • O diferenças no ponto dogmático das duas religiões
    • E o design imaculado?
    • diferença entre a cruz católica e a cruz ortodoxa
    • Diferença teológica que persiste entre as duas confissões
    • Várias tradições e banquete de Páscoa

    Se você deseja aprofundar seu conhecimento da diferença entre a religião católica e ortodoxa, aqui está um artigo que compartilha mais informações:

    • Cisma 1054 : Causas de separação entre o Oriente e o Ocidente

    E se você quiser saber a diferença entre a religião católica e protestante, aqui está outro artigo para descobrir logo abaixo:


    História marcando a religião católica e ortodoxa

    François-et-Kirill

    Muito antes da ruptura, grandes brigas já haviam começado e levou à distância da Igreja do Oriente e da Igreja Ocidental dentro do cristianismo. Os fatores deste evento são numerosos, mas são acima de tudo caracterizados por razões políticas, como a invasão normanda de posses bizantinas e socioculturais, como oSucção do papado para gerenciar o ramo político. Mas essas disputas são, no entanto, menos importantes que o Conflitos teológicos. Uma primeira separação ocorreu em 16 de julho de 1054 entre a Igreja de Roma e a de Constantinopla, quando o cardeal Humbert de Moyenmoutier apresentou uma bolha excomunicando o patriarca Michel 1er Cérulaire e seus colaboradores próximos no altar da Basílica Sainte Sophie. O patriarca respondeu excomunindo, por sua vez, o cardeal Humber, o legado do papa que acabara de morrer.

    Durante o ano de 1054, a ortodoxia dos 7 conselhos foi então adotada por 4 dos 5 patriarcados da Igreja Individida da qual Jerusalém, Antioquia, Alexandria e Constantinopla. O único patriarcado fora foi Roma E é isso que sabemos como o grande Cisma oriental. Em 1204, Constantinopla foi levado pelos cruzados. Posteriormente, a constituição dos patriarcados latinos no ambiente grego quebrou. Isso levou a um exílio de vários bispos ortodoxos. Não foi até o final de 1965 que o patriarca Athenagoras 1er De Constantinopla, levanta a excomunhão assertiva contra o cardeal Humber de Moyenmoutier. E, ao mesmo tempo, o Papa Paulo VI levantou a excomunhão pronunciada contra o Patriarca Michel 1er Cerular.

    Hierarquia

    Católicos e ortodoxos usam a mesma hierarquia com três categorias principais: diáconos, padres e bispos. A grande diferença na hierarquia está no Status do papa católico Romano. No início da história cristã, o bispo romano teve uma posição de honra por causa da importância histórica da cidade de Roma. Por outro lado, o ortodoxo reconhece o papa, mas rejeitar sua supremacia Na igreja em geral, começando pelo conceito de que ninguém é infalível em questões religiosas. Durante o 2º Millennium, a Igreja Católica Romana desenvolveu uma idéia centralizada de autoridade e poder espirituais. Mas a Igreja Ortodoxa sempre manteve uma grande parte da independência. De fato, o último é composto de várias igrejas autônomas. Como exemplo, o patriarca de Constantinopla não tem autoridade direta sobre os outros patriarcas.

    Diferenças no ponto dogmático das duas religiões

    Os elementos dogmáticos dizem respeito aos diferentes pontos essenciais:

    O Espírito Santo e a posição do papa

    A diferença relativa à idéia do Espírito Santo é provavelmente a mais importante de tudo. Esta é uma questão eclesiológica. Ortodoxos acreditam na monarquia de Pai como a única fonte da divindade. Segundo eles, o Espírito Santo e o Filho de Deus vêm apenas do Pai. Católicos consideram que o Espírito Santo é "Spiré" pelo pai e pelo filho. É, portanto, uma "espirração" de dois seres como um único princípio.

    Deus e Jesus-Cristo

    Depois, há a primazia e a infalibilidade do papa. Esta é a outra causa essencial do cisma. Esta é a vontade dos papas para transformar uma primazia moral em um poder legal direto nas igrejas. A partir do século 11, a reforma gregoriana tentou enviar diretamente os bispos e os reis ao papa e reivindicou a infalibilidade do pontífice soberano. Os ortodoxos consideram o papa o patriarca de Roma. Eles o reconhecem como uma primazia de honra e não como o chefe da igreja. O lugar do chefe é para eles reservados para Jesus Cristo. O dogma da infalibilidade pontifícia definido pelo Conselho do Vaticano I em 1870 também é recusado pelos ortodoxos. Segundo eles, o modo de governo da igreja é baseado no bispo, na Assembléia dos Bispos e no Conselho Ecumênico. Além disso, eles estabeleceram uma organização descentralizada e Decisões da faculdade. Para católicos, todos A autoridade vem do papa.

    E os sacramentos e os últimos fins?

    Igreja católica e ortodoxa

    Os católicos admitem a indissolubilidade do casamento. Eles defendem o ditado "O que Deus uniu, esse homem não o separa! Para ortodoxos, a infidelidade torna o casamento decíduo. Eles não se divorciam de Stricto Sensu, mas se o sacramento tiver sido feito, o casamento pode ser quebrado devido à infidelidade. Em relação à Eucaristia, os ortodoxos acreditam no presença real E pense que isso é uma consubstanciação, porque eles não raciocinam em termos de objeto. Eles também acreditam que não são as palavras da instituição que provam a presença real, mas a epiclèse realizada na comunidade. Por outro lado, eles dizem que a massa romana não inclui epiclesis. Em outras palavras, os ortodoxos acreditam que é o Espírito Santo que faz de Cristo presente em um culto durante um culto. Quanto à ordenação, os homens casados ​​podem ser ordenados e, se serem viúvos, não têm mais o direito de se casar novamente. Para o batismo e a confirmação, a idade varia entre a religião católica e a religião ortodoxa.

    Em relação ao último (falecido), os católicos acreditam em purgatório. Eles também consideram que após a morte, há um julgamento pessoal final. Por sua parte, os ortodoxos não acreditam no purgatório. No entanto, eles acreditam que o A oração da igreja pode tirar as pessoas do inferno, desde que o último julgamento ainda não tenha chegado.

    Bibliotheque-Christian

    E o design imaculado?

    Imaculador-concepção-virgin-marie

    Os ortodoxos consideram Mary como Théotokos, ela representa toda a humanidade. Eles não determinaram um dogma que diz respeito ao fim da vida da Virgem e não levam em consideração a suposição. Ortodoxia não reconhece o design imaculado. Este dogma nasceu após o cisma e, para os ortodoxos, a concepção imaculada viola a característica universal de sua vocação.

    Para ser mais preciso, o termo imaculado da concepção diz respeito à concepção da mãe de Deus e não da de Jesus Cristo. Não há dúvida de design virginal, porque Maria é fruto da união de dois cônjuges humanos. Católicos ou ortodoxos, essas duas religiões aceitam o fato de que Marie é imaculada, porque ela projeta e Dado o filho do Salvador E que é realmente uma graça especial do Espírito Santo. A diferença vem dessa graça. Para os católicos, Marie se beneficiou dessa graça desde o nascimento, daí o conceito de concepção imaculada. Mas para ortodoxo, ela só obtém essa graça quando diz "sim" para dar à luz o Filho de Deus.

    As igrejas ocidentais estão experimentando terríveis controvérsias teológicas ligadas a Maria por causa do dogma do pecado original. Enquanto no Oriente, o ortodoxo representa toda a humanidade portadora de Deus. Podemos acrescentar que os católicos aceitam a virgindade de Joseph, como para os ortodoxos, eles acham que ele era casado com outra mulher antes de se tornar o marido de Marie. Tendo se tornado viúvo, ele se casou novamente sem nunca ter tido um relacionamento carnal com ela. Visto a partir deste ângulo, Maria é virgem e não José. No entanto, as duas igrejas consideram Joseph um santo. Além disso, as duas religiões compartilharam os mesmos santos dos primeiros séculos até 1054.

    A diferença entre a cruz católica e a cruz ortodoxa ✝️ ☦️

    Uma diferença visível a olho nu quando olhamos para a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa é a cruz que representa o crucifixo de Cristo. De fato, o símbolo de Cruz Católica está representado com um barra colocado na posição vertical e depois um segundo na posição lateral Assim, um cruzamento na forma de T. 

    A cruz ortodoxa é diferente, porque, em vez de ter duas barras, a cruz tem quatro. Olhando para a cruz ortodoxa, você pode notar uma barra em uma posição vertical e um segundo lado como a Cruz Católica. O que os diferencia são as duas barras adicionais que os ortodoxos adicionaram: Um bar acima do bar onde as mãos de Cristo foram pregados representando a fasquia onde o nome de Jesus foi inscrito. Foi escrito: "Jesus de Nazaré, rei dos judeus" (João 19:19). E em latim torna -se: "Iesus Nazarenus rex iudaeorum", simplesmente reduzindo para "Inci".

    O feixe inferior da cruz ortodoxa é o apoio para os pés nos quais o pés de Jesus Cristo foram pregados. Lá barra inclinada é um símbolo que nos lembra os dois ladrões sendo crucificados ao lado de Jesus. Um deles, à direita de Jesus, subiu para o céu, enquanto o outro desceu ao inferno. O fundo da cruz ortodoxa é uma comparação do equilíbrio da justiça e mostra o caminho para o inferno e o céu. Outro fato interessante é que uma cruz ortodoxa da igreja pode servir como bússola, porque o ponto superior do feixe inclinado sempre mostra o caminho para o norte. 

    Diferença teológica que persiste entre as duas confissões 

    Nos últimos cinquenta anos, o diálogo tem tomado seu lugar entre católicos e ortodoxos. Eles agora estão avançando graças ao trabalho da Comissão Mista pelo diálogo teológico oficial entre a Igreja Ortodoxa e a Igreja Católica criada em 1980. Muitas declarações comuns foram produzidas, a primeira das quais é a de Munique em julho de 1982. Confissões, notamos hoje que há Pequenas diferenças substantivas. Um professor em teologia no Instituto Ortodoxo Saint-Serge e membro do Comitê de Diálogo Telólogo Católico Ortodoxo Católico na França estipula que "o principal litígio entre católicos e ortodoxos é eclesiológico. " O Filioce não tem sido um motivo para a divisão, pois é possível recitar duas formas de profissão de fé durante uma missa católica. Sendo reconhecido apenas pelos católicos, o conflito no dogma da imaculado concepção é designado como "um problema relativamente periférico".

    Religião-católica e ortodoxa

    Para alguns historiadores, a diferença eclesiológica refere -se aos dois conceitos de poder estabelecidos na Idade Média: a Igreja Católica Romana se tornou cada vez mais centralizado E a igreja ortodoxa tem Organizado em patriarcado. A partir daí, existem duas visões de comunhão: uma comunhão na diferença no leste e uma comunhão apostólica no Ocidente, baseada na paternidade romana com a pedra do apóstolo. Michel Stavrou, um teólogo, admite que, entre as duas igrejas, notamos que elas estão procurando um equilíbrio de conciliaridade e primazia. Ele continua a pensar que a Igreja Católica trabalha verticalmente por um longo tempo e essa funcionalidade foi coroada pela proclamação do dogma da infalibilidade pontificada em relação à década de 1870. De acordo com Michel Savrou, isso é Duas igrejas bastante complementares.

    As diferentes crenças

    Católico e ortodoxo

    As crenças da Igreja Católica Romana são meticulosamente reunidas no catecismo e esse não é o caso da Igreja Ortodoxa. No entanto, essas duas religiões respeitam as decisões tomadas pelos 7 primeiros conselhos ecumênicos que incluem líderes da igreja em princípios -chave como:

    • A Trindade : O Criador é único em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. O Pai designa o Criador no céu, Jesus Cristo símbolo de Deus na terra e o Espírito Santo marca a onipresença de Deus. Os católicos e os ortodoxos são, no entanto, desacordo sobre a maneira como o Espírito Santo circula dentro da Trindade. Entre os ortodoxos, é o Pai pelo Filho e entre os católicos, o Espírito Santo procede do Pai e do Filho.

    • Jesus Cristo é humano e divino para as duas religiões.

    • O status específico de Casado. Como vimos anteriormente, o dogma da imaculado concepção nos católicos não é reconhecido como tal em ortodoxos. No entanto, a maternidade divina da Virgem Maria muito pura é sempre mantida.

    Várias tradições e banquete de Páscoa

    A riqueza das práticas espirituais da Igreja Ortodoxa e da Igreja Católica é excepcional. Essas duas religiões têm as mesmas referências em termos de sacramento: batismo, confirmação, eucaristia, reconciliação, unção dos doentes, ordem, casamento.

    Em relação à diferença em sinal da cruz Entre as duas religiões, escrevemos um artigo dedicado a um assunto que convidamos você a descobrir clicando no link em Blue.

    Quando os católicos rezam, eles adotam uma posição de pé ou joelho durante a missa. Entre os ortodoxos, eles permanecem em pé, ou se sentam. Os papas que direcionam as massas cantam, mas não falam.

    Os católicos comem hospedeiros ou pão sem fermento, enquanto os ortodoxos comem pão fermentado com fermento. Se os católicos têm estátuas e pinturas para exibir os santos, os ortodoxos mantêm sua tradição iconográfica e não se concentram na imagem de Jesus Cristo comício na cruz. Entre os ortodoxos, o batismo é feito por imersão. O padres e os papas ortodoxos podem se casar E ter filhos. No entanto, A Igreja Católica impõe celibato e proíbe o casamento de padres e freiras.

    Finalmente, a Igreja Católica usa o calendário gregoriano desde 1582. O Papa Grégoire XIII o havia apresentado a 15º século. O Ortodoxo escolhe manter o uso do calendário Julien, um calendário solar introduzido por Julius Caesar em 45 aC. Mas isso não impede que as igrejas ortodoxas adotem gradualmente o calendário gregoriano. É por isso que algumas partes coincidem, exceto a Páscoa, pois ainda estão calculando hoje, dependendo do antigo calendário. Cinco Lag semanal pode surgir entre o dia de Páscoa em católicos e ortodoxos. Nós apontamos que essas duas igrejas têm interpretações diferentes sobre o significado da Páscoa. Os católicos pensam que a crucificação de Jesus salvou o homem e Jesus Cristo lavou nossos pecados. Ortodoxo acredita que a salvação é obtida pelo triunfo de Jesus Cristo na morte na ressurreição.

    Em conclusão, na prática da fé, as diferenças podem parecer importantes, mas os católicos e os ortodoxos permanecem bastante próximos. Além disso, muitas tentativas foram realizadas para reunir essas duas igrejas ao longo dos séculos e esses esforços continuam a persistir até hoje. Se você deseja se beneficiar deste artigo bem detalhado sobre a diferença entre catolicismo e ortodoxia, Não hesite em compartilhar com seus entes queridos

    Várias pessoas não podem fazer a diferença entre a cruz e o crucifixo. Se você quiser saber a diferença entre essas duas jóias, Clique aqui, para ler este artigo incrível que escrevemos para você.

    Compartilhar :

    5 comentários

    Papoundi jean Bosco

    10/09/2023

    je suis bien content d’avoir compris la différence entre l’Eglise Catholique et l’Eglise Orthodoxe une différence qui n’est pas considérable prions qu’il soit un jour uns

    dessablon shirley

    12/08/2023

    merci, sincèrement maintenant je sais qui je suis, je suis catholique.

    anthony

    1/07/2023
    A la lecture de cet article, je peux affirmer que je suis chrétien, ni catholique, ni orthodoxe, mais uniquement chrétien, nous avons la même bible, nous croyons a la trinité et à la vierge Marie, néanmoins les orthodoxes sont restés plus fidèles aux rites des premiers disciples et apôtres, Que dieu nous réunissent de nouveau Amen,

    Benoît

    1/03/2022

    Bonjour,
    Vous pourrez trouver plus d’informations sur le signe de la croix en copiant cet url juste ici :

    https://croix-chretiennes.com/blogs/blog-croix-chretiennes/comment-faire-le-signe-de-croix

    Merci

    DONGMO KENFACK RONEL CHRISTIAN

    1/03/2022

    Merci pour ce partage mais j’aimerais bien que vous re-preciser voir la différence entre les catholiques et orthodoxe au niveau du signe de la croix.
    Merci

    Para escrever um comentário